Uma parte das vendas de pacotes de viagem da agência Matueté para o Pantanal será revertida em doação ao Onçafari, um projeto criado para o estudo e conservação de onças-pintadas. A Matueté é uma agência especializada em tours personalizados e atua em parceria com a Icon, empresa que oferece voos em aeronaves de pequeno porte, e com o apoio da Jaguar-Land Rover. A cada pacote criado, a doação é de R$ 5.000,00 e os turistas que participam das viagens recebem relatórios do projeto.

Desde 2011, o Onçafari coleta dados e compila informações que levam ao melhor entendimento do comportamento das onças-pintadas, assim como a descoberta de melhores estratégias para a conservação do maior felino das Américas. Vale ressaltar ainda que um dos principais braços do projeto é o ecoturismo.

A viagem ao Pantanal

Partindo em voo privativo direto ao Pantanal, saindo do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, o programa começa com hospedagem em um lodge, exclusivo para a sua família, o que em tempos de pandemia é um diferencial. Situado no Refúgio Ecológico Caiman, em Mato Grosso do Sul, fica próximo à principal base do Onçafari, onde os turistas terão a oportunidade fazer passeios a bordo de veículos da Land Rover para avistar a onça-pintada e demais animais nativos da região.

 

Foto: Edu Fragoso

Em 2019, 98% dos turistas avistaram onças-pintadas no onçafari.

“O ecoturismo é fonte de renda e educação para a população da região. Nesse período em que temos que tomar precauções extras para viajar, esse roteiro personalizado é o ideal para os que desejam evitar destinos com aglomeração e preferem ter uma experiência única em meio à natureza. O grande destaque é que o pacote conta com uma doação, em nome do contratante, para o Onçafari, beneficiando os esforços de preservação da onça-pintada”, comenta Mario Haberfeld, fundador do Onçafari.

O ecoturismo é uma importante ferramenta de conservação da natureza em muitos lugares do mundo, como na África, cuja rica vida selvagem atrai turistas de todos os cantos do globo terrestre. O Onçafari trabalha para habituar animais, como a onça-pintada, à presença de veículos. À medida que os animais se acostumam com a presença dos carros de safári, deixam de encará-los como uma ameaça e ficam mais à vontade, o que facilita o desenvolvimento do ecoturismo na região.

Onças-pintadas

“É essencial ressaltar que habituar animais não significa domesticá-los, e sim mantê-los totalmente selvagens e livres, mas sem que se sintam ameaçados pela presença de veículos. Trata-se de uma interação neutra entre ser humano e animal, na qual a aproximação não gera nem malefícios nem benefícios. Somente em 2019, 98% dos hóspedes avistaram onças-pintadas”, explica Haberfeld.

Confira o roteiro:

Dia 1
Chegada no Pantanal
Voo direto São Paulo – Fazenda Caiman
Safári fotográfico

Dia 2
Onçafari
Safári à procura de onças pintadas

Dia 3
Explorando a região
Remo e trilha em áreas pantaneiras
Retorno para São Paulo

Mais informações disponíveis em https://oncafari.org/o-oncafari/bases/pantanal/ e https://news.matuete.com/pantanal.

Sobre o Onçafari

O Onçafari atua no Pantanal, Cerrado, Amazônia e Mata Atlântica com o objetivo de promover a conservação do meio ambiente e contribuir com o desenvolvimento socioeconômico das regiões em que está inserido por meio do ecoturismo e de estudos científicos. O projeto é focado na preservação da biodiversidade em diversos biomas brasileiros, com ênfase em onças-pintadas e lobos-guarás.

Leia também: Aruba aposta no Turismo Sustentável na retomada

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here